- FASE DISTRITAL -

 

TIRO AO ALVO

 

REGULAMENTO ESPECÍFICO

 

 

Nota introdutória

Vai realizar-se no dia 03 de junho, às 14h00, com organização conjunta da Câmara Municipal de Portalegre, Ases do Pedal e da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo, englobada na XVII Edição dos Jogos do Norte Alentejano, a fase Distrital de Tiro ao Alvo.

 

ESCALÕES ETÁRIOS

Escalão único – nascidos em 2001 e antes.

* Não há distinção entre participantes masculinos e femininos.

 

LOCAL

Instalações da Carreira de Tiro dos Ases do Pedal sitas na Rua José Maria Gandum Antunes 1, Zona Industrial, 7300-061 Portalegre.

 

PARTICIPAÇÃO

Cada Município pode inscrever 3 equipas de 5 atiradores para a fase Distrital.

Todo o atirador que não apresente o B.I., não poderá participar. Fotocópia não será aceite.

Todos os atiradores têm que ter seguro que será da responsabilidade da CIMAA.

A inscrição é efectuada na página dos Ases do Pedal em https://www.asespedal.net/gest2017/index.php até às 17H00 do dia 01-Junho-2018.

No acto da inscrição os atiradores indicam qual a disciplina, hora e nº do posto de tiro pretendido. (devem efectuar uma inscrição por cada disciplina).

 

SISTEMAS DE COMPETIÇÃO

 

Disciplinas:

Categoria Especial – para atiradores com armas de precisão, ou outras de calibre 4.5 mm.

Categoria Articulada – Todos os atiradores com armas de cano articulado de calibre 4,5mm.

O tiro será efectuado a uma distância de 10 metros – posição de pé

Realizam-se no formato de 20 tiros, 2 tiros por alvo, mais tiros de ensaio ilimitados, no tempo máximo de 30 minutos

 

REGRAS

 

As armas terão de obedecer aos seguintes quesitos:

Categoria Especial– Conforme normas ISSF

 

Categoria Articulada.

  1. Calibre máximo de 4,5 mm
  2. Peso máximo de 4,5 Kg
  3. Alça aberta (fixa ou derivável) e mira rectangular, triangular ou de ponto
  4. O APARELHO DE PONTARIA SERÁ OBRIGATORIAMENTE MONTADO NA PARTE MOVEL O CANO.
  5. Cano articulável, não podendo ser inteiriço. Na utilização destas armas não é permitido o uso de bandoleira, nem CO2 como gaz propulsor. A chapa de coice deve manter a sua curvatura normal, e poderá eventualmente subir ou descer na vertical no máximo de 3 cm.
  6. As armas verificadas pelo júri, não podem ser substituídas durante a prova, a não ser por avaria verificada por um dos elementos do Júri. No caso de substituição sem autorização, o atirador será punido com dois pontos por tiro dado após a sua substituição.

 

Classificações

 

  1. A classificação dos impactos nos alvosserá efectuada por equipamento electrónico.
  2. Será entregue ao atirador minuta da pontuação obtida.
  3. Só serão aceites recursos até 10 depois de afixadas as classificações finais.
  4. Para a classificação colectiva será considerada a pontuação dos 3 melhores atiradores de cada equipa.
  5. Em caso de empate, tanto na classificação individual como na colectiva serão aplicados os seguintes critérios:

 

  1. Pela soma da última série de 10 tiros; pela soma da penúltima série de 10 tiros;
  2. Pelo maior número de 10, 9, 8, etc.
  3. Pelo último tiro, penúltimo, antepenúltimo, etc.
  4. Na classificação Coletiva, em caso de empate, aplica-se as mesmas regras, contando sempre a soma das pontuações dos 3 atiradores melhor classificados de cada equipa

 

É da responsabilidade da organização fazer respeitar o silêncio durante a realização das provas.

 

A responsabilidade criminal de uso e porte de arma é individual. As disposições legais decorrentes da responsabilidade civil de uso e porte de arma deverão obrigatoriamente ser observadas por todos os concorrentes, não podendo em caso algum ser imputada à Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo.

 

PRÉMIOS

Individual aos três primeiros classificados de cada categoria.

Colectivamente aos três primeiros classificados de cada categoria – por equipas.

 

CASOS OMISSOS

Os casos omissos serão resolvidos pela organização segundo os regulamentos dos Jogos.